counter create hit Onde Não Existir Reciprocidade, Não se Demore - Download Free eBook
Ads Banner
Hot Best Seller

Onde Não Existir Reciprocidade, Não se Demore

Availability: Ready to download

O autor manda cartas para um ex após o término, descrevendo os dois lados da moeda do seu relacionamento.


Compare
Ads Banner

O autor manda cartas para um ex após o término, descrevendo os dois lados da moeda do seu relacionamento.

30 review for Onde Não Existir Reciprocidade, Não se Demore

  1. 5 out of 5

    Mariana Lima

    amei, estou passando por uma fase da minha vida hj definitivamente diferente dos outros relacionamentos anteriores q foram experiencias ridículas, não acredito que me dispus viver aquilo... É um livro feito pra mim s2 s2 s2 Pois, o atual namorado me trata como uma Afrodite, nunca fui tão mimada nessa vida é um anjo protetor... acredito q nesses 5 meses de relacionamento vivi uns 3 anos de gratidão. O livro todo é um grifo de aprendizado, não tem uma palavra posta sem necessidade, ele é tão redondo amei, estou passando por uma fase da minha vida hj definitivamente diferente dos outros relacionamentos anteriores q foram experiencias ridículas, não acredito que me dispus viver aquilo... É um livro feito pra mim s2 s2 s2 Pois, o atual namorado me trata como uma Afrodite, nunca fui tão mimada nessa vida é um anjo protetor... acredito q nesses 5 meses de relacionamento vivi uns 3 anos de gratidão. O livro todo é um grifo de aprendizado, não tem uma palavra posta sem necessidade, ele é tão redondo e dinâmico de ser lido, cheguei a ler em menos de 24horas. "A gente precisa entender que, enquanto houver amor, respeito, lealdade, transparência, sinceridade e força de vontade vale a pena continuar, mas quando houver apenas amor e falta todo o resto, a melhor coisa a fazer é aceitar o fim." "Temos que parar de achar que desistir é sinônimo de fracassar. Desistir,às vezes, está muito mais relacionado a ganhar do que perder." "A pessoa certa é aquela que soma na vida. E gente que soma na vida deixa as coisas mais leves para nós, e quando as coisas ficam leves pra gente, os momentos se eternizam e tudo simplesmente acontece naturalmente." "Quem se ama, tolera atrasos, mas não aceita descaso. Tolera cansaço, mas não aceita desprezo. Tolera erros, mas não aceita mentiras."

  2. 4 out of 5

    Laleska Alves

    falta profundidade

  3. 4 out of 5

    Gabriela Rabelo

    Muito bom pra quem acabou de passar por uma desilusão amorosa. O autor realmente tira as palavras da sua boca e te faz pensar sobre o que vale a pena num relacionamento. As cartas ao ex fazem você se identificar com o autor, trazendo memórias do subconsciente e provocando reflexões muito importantes pro nosso amadurecimento emocional.

  4. 4 out of 5

    Marja de Souza

    textos diferentes e ao mesmo tempo iguais. O começo é ótimo, porém do meio para o fim fica extremamente repetitivo.

  5. 5 out of 5

    Margarida

    A premissa do livro pareceu-me interessante e promissora, o problema é que o livro esgota-se em si mesmo muito depressa. É possível resumir este livro em meia dúzia de textos, todos os outros são repetições. Ainda antes de chegar a metade do livro, dei por mim com a sensação de que já tinha lido a mesma coisa.

  6. 5 out of 5

    maria

    No fundo do poço. O Iandê fala sobre a mesma coisa durante o livro inteiro e chega a ser cansativo, mas a minha necessidade de ler em voz alta essa mesma coisa era grande. "Amar é quando a saudade faz que duas pessoas corram na direção uma da outra." Sei lá, tô com saudade. Queria ter corrido atrás de você hoje pra um abraço desajeitado.

  7. 5 out of 5

    Natalia

    Vá lendo e tomando uma porrada atrás da outra até a metade do livro; depois, pule para os capítulos finais (são marcados por páginas pretas) e finalize com o coração não totalmente cicatrizado, mas com a certeza de que fez a coisa certa, pois "onde não existir reciprocidade, não existe amor. E onde não existe amor, você não deveria ficar"

  8. 4 out of 5

    Ericaguedes

    Alguém por favor me explica como faço pra ler, tô tentando a horas...

  9. 4 out of 5

    André Selonke

    Livro é muito bom, uma surra bem dada, vale pra qualquer momento de relacionamento, início, meio ou fim

  10. 4 out of 5

    Inaldo Filho

    Sofrido. Terrível como dar tanta importância ao outro possa ser um inferno na vida de uma pessoa.

  11. 5 out of 5

    Daniel Ribeiro

    Livro chato, só fala de ex de um jeito muito infantil.

  12. 4 out of 5

    Rafaela Froes

    Estou anciosa para ler

  13. 4 out of 5

    Carlos Idalgo

    Excelente!

  14. 4 out of 5

    lua

    Iandê não decepcionou nesse livro, embora seja focado mais em términos de namoro, algumas crônicas me lembraram outros tipos de terminos, pois amor é via de mão dupla. O livro ta carregado de incentivos e busca pelo amor próprio, sobre saber a hora de ir embora e sobre nunca colocar suas expectativas sobre as pessoas. Eu amei a edição e as ilustrações que seguem. "Aprendi que a gente não deve depositar tantas expectativas no outro a ponto de torná-lo alguém mais importante na nossa vida que nós Iandê não decepcionou nesse livro, embora seja focado mais em términos de namoro, algumas crônicas me lembraram outros tipos de terminos, pois amor é via de mão dupla. O livro ta carregado de incentivos e busca pelo amor próprio, sobre saber a hora de ir embora e sobre nunca colocar suas expectativas sobre as pessoas. Eu amei a edição e as ilustrações que seguem. "Aprendi que a gente não deve depositar tantas expectativas no outro a ponto de torná-lo alguém mais importante na nossa vida que nós mesmos."

  15. 5 out of 5

    Bruno Nunes

    Sensível, forte e necessário “Onde não existir reciprocidade, não se demore” é um banho de realidade que nos faz pensar e refletir profundamente sobre como levamos nossos relacionamentos e o quanto confundimos o amor com tantas outras coisas e sofremos por conta disso. Foi um livro que me apareceu na prateleira da livraria de surpresa e que se encaixou em um momento de muita renovação na minha vida. Nem tudo o quê foi dito fez com que eu me identificasse com o meu atual momento, mas isso não deixa Sensível, forte e necessário “Onde não existir reciprocidade, não se demore” é um banho de realidade que nos faz pensar e refletir profundamente sobre como levamos nossos relacionamentos e o quanto confundimos o amor com tantas outras coisas e sofremos por conta disso. Foi um livro que me apareceu na prateleira da livraria de surpresa e que se encaixou em um momento de muita renovação na minha vida. Nem tudo o quê foi dito fez com que eu me identificasse com o meu atual momento, mas isso não deixa de fazer com que os pontos do autor façam sentido. Amar-se antes de tudo é estar o mais preparado possível para amar alguém e para entender o amor. Um livro como poucos que nos acorda com tapas na cara constantes e revigorantes!

  16. 5 out of 5

    Samanta Cicilia

  17. 4 out of 5

    Raila

  18. 5 out of 5

    Isa

  19. 4 out of 5

    Pamilla Lorrany

  20. 4 out of 5

    Beatriz Salgado

  21. 5 out of 5

    Elaine Bom

  22. 5 out of 5

    Lilian Glayce

  23. 5 out of 5

    Bruna Carla

  24. 4 out of 5

    Kaylane Silveira

  25. 4 out of 5

    Elisa

  26. 5 out of 5

    Kaliane

  27. 5 out of 5

    Mirele Mello

  28. 4 out of 5

    Mariane Tercetti

  29. 5 out of 5

    Alexia Marques

  30. 4 out of 5

    Maria Clara

Add a review

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Loading...
We use cookies to give you the best online experience. By using our website you agree to our use of cookies in accordance with our cookie policy.